A incrível história do Cristo de Encantado

Cidade Gaúcha terá estátua maior que a do Rio de Janeiro


Caco da Motta/Porto Alegre

A estátua do Cristo de Encantado (144 km de Porto Alegre), pequena cidade gaúcha do Vale do Taquari, é gigante. Mede 43 metros de altura, 5 a mais que a carioca, numa área bonita de onde poderá ser mirante e ser vista de longe. É motivo de orgulho para os 22 mil habitantes da futura terra do terceiro maior cristo do mundo, atrás somente de um monumental de 75 metros no México e de outro de 52 metros na Polônia. São 36 metros de envergadura dos braços abertos que formam a tradicional cruz. Teve até clipe gravado pelo Guri de Uruguaiana, tradicional músico e humorista gaúcho.

Tamanho não é documento. Afinal, nada supera o cristo do Rio de Janeiro que cruza o céu, graças à altura de 710 metros do morro do corcovado, além da vista magnífica de uma das cidades mais lindas do mundo. A mais bela para muitos em termos de natureza. O fato, no entanto, não afeta em nada a importância do novo Cristo e o espírito empreendedor de seus idealizadores. Há uma arrecadação com cotas diferenciadas para os doadores se destacarem com seus nomes no monumento. Trata-se de uma vaquinha, um crowdfunding, um financiamento coletivo também gigante. Ou ainda um dizimo com bônus. Basta acessar o link. O mais importante é que será um polo turístico quando os fiéis puderem aglomerar ou até mesmo para curiosos visitarem o morro das antenas. A previsão é que fique pronta até o final deste ano de 2021. Não importa se vai custar R$ 2 milhões e este dinheiro poderia ser usado em outras iniciativas até mesmo da saúde em meio a uma pandemia. É um outra iniciativa, válida e foi concebida pela comunidade do povo que, além de deixar o mundo mais encantado, estará para sempre abençoado. Fotos: Divulgação/Cristo Protetor de Encantado-RS






39 visualizações0 comentário