Amor de Infância

Atualizado: 5 de jul. de 2021

A minha composição "Amor de Infância' foi gravada pelo Tchê Garotos, pela Cassia Abreu e cantada por diversos grupos do gênero.

Sucesso total no seu lançamento, uma das composições mais tocadas dentro do segmento música gaúcha.

Foi uma criação com intuito de participar do Festival Sapecada da Canção e acontece dentro da festa do Pinhão em Lages.

Festa que reúne milhares de pessoas.

Nesse evento anual podemos conferir em vários palcos diversos gêneros musicais durante seus 10 dias de realização.

Enfim vou contar a história de como escrevi e compus essa obra.

Na criação da letra, comecei olhando o mapa e a região perto de Lages pra me inspirar com algo real do local.

Foi um bom início!! E a Serra do Mar deu um start na primeira parte da composição. Eram altas horas da noite, estava cansado, e fiz uma parada.

Decidi dormir e concluir no outro dia.

Porém a surpresa!!!

Sonhei com Refrão da música!!

Isso mesmo!!!

Saltei da cama, acordei meio em transe e fui em direção ao papel e caneta. O violão no colo de prontidão para compor.

A melodia veio como um raio, e quando cantei pela primeira vez, me arrepiei e foi emocionante com o resultado que tive.

Foi algo inusitado e diferente até então.

Lembra? Era uma música para o festival e ela não foi aprovada na triagem infelizmente.

Fiquei bem triste na época!!

Porém na sequência começaram vir as oportunidades pra essa obra.

Minha colega no Bando de Loco,

a cantora e gaiteira Cássia Abreu na produção do seu primeiro CD quis gravá-la e justificou, que se encantava com minhas músicas.

Ela gravou Amor de Infância e mais umas 5 de minha autoria. 🤩

Me senti lisonjeado na época. Sandro Coelho, guitarrista e cantor no grupo Tchê Garotos é que foi seu produtor. Ele também se encatou por essa composição. Lembro deles discutindo o ritmo dela e vários detalhes. A Cássia acreditava numa balada. Já o Sandro em uma milonga bailável.

Enfim!!!

A Cássia gravou com um arranjo lindo e bem elaborado, uma balada como ela desejava.

Na ocasião, durante a produção da gravação do CD da Cássia o Sandro Coelho me pediu autorização pra gravar essa mesma música me dizendo assim!!!

- Carlinhos!!! Essa é a música da minha vida.

- Posso gravar???

Atorizei de imediato!!!

O próximo passo foi dele apresentar ao grupo Tchê Garotos e insistir em gravá-la. O grupo teve receio de gravar na época por se tratar de algo diferente dentro do segmento música gaúcha, mas aceitaram tocar nos bailes.

Outra lembrança foi do Sandro me contando com satisfação, que no primeiro baile que tocaram Amor de Infância a galera a partir dali pedia sempre:

- Toca aquela nova!!

- Aquela romântica!!!

Pois não sabiam o nome da música.

Com tantos pedidos e aceitação de público ela foi gravada pelo grupo no CD geração 2000 e se tornou um sucesso consagrado, e que toca até hoje no coração das pessoas que viveram seus dias de glória.

Hoje em dia quando me apresento como autor da música os fãs me relatam emocionados a importância dela em suas vidas de várias formas e geralmente ficam desacreditados me perguntando:

- É tua mesmo???

Os relatos deles foram:

- Foi minha entrada de 15 anos.

- Foi nossa entrada no casamento.

- Dançamos muito no inicio de namoro,

- Que dias bons aqueles, etc

Para mim isso tudo emociona e não tem preço que pague!!!

Uma realização dentre os meus sonhos. Nesse caso, o sonho de ter reconhecimento e simpatia pela minha obra, e fazer a diferença na vida das pessoas e dos fãs..

Hoje sonho em fazer um show com minhas músicas autorais e que sejam sucesso fazendo a diferença na vida de muita gente.

Tenho produzido e trabalhado bastante pra isso.

Basta olhar meu canal em Carluz Freitas no YouTube.

Espero que tenham gostado dessa história, que tentei descrever de tantas lembranças.

Abração e até mais!!


Segue o vídeo que gravei especialmente para apresentar aqui o Blog.