Brasil é destaque no dia Internacional do Podcast


Neste dia 30 de setembro, é celebrado o dia internacional do Podcast. A data foi criada por um grupo de Podcasters nos Estados Unidos inicialmente como dia nacional em 2014, mas em 2015 passou a ser internacional, com uma série de atividades do meio e adesão a hashtag #InternationalPodcastDay de marcas importantes como New York Times, Apple Podcasts, Yahoo, CBS e ESPN. A moda do podcast pegou e aqui no Brasil o podcast virou febre.

Uma pesquisa da Statista ouviu de 1.000 a 5.700 entrevistados por país, entre junho de 2020 e fevereiro de 2021, para descobrir onde o podcast é mais popular. Dos 54 países pesquisados, a Suécia ficou em primeiro lugar com 47% dos entrevistados dizendo que ouviram pelo menos um podcast nos últimos 12 meses. O Brasil e a Irlanda também ficaram acima dos 40%, sem especificar o numero exato. Porém, estes números indicam um potencial de que pelo menos 80 milhões de pessoas passem a ouvir podcast no Brasil nos próximos anos, contra cerca de 100 milhões nos Eua.

Não importa, se os números não são tão precisos em relação a um potencial de ouvintes de Podcast. Mas basta olhar hoje as redes sociais e seguir quem gera conteúdo útil. Elas apresentam recortes de vídeos de gravações de programas de TV, de Canais do Youtube, de entretenimento e também de trechos de Podcast. Os chamados nuggets, espécie de teaser de conteúdo, estão por toda parte. São iscas que entregam um pouco como atrativo para quem quiser mais, muito utilizado em técnicas de marketing digital e especificamente de copywright.

O Brasil, com tamanho de continente, tem em suas raízes a cultura do rádio, que ultrapassa distâncias longas. O radinho AM faz milagres, mesmo que hoje os sinais e as concessões mais disputadas sejam das FMs. A cultura de fazer uma tarefa e ouvir o rádio, de dirigir consumindo rádio, de fazer exercícios ouvindo o rádio, é bem brasileira. Então, os podcast estão em alta no País também porque só muda a plataforma, mas o hábito é o mesmo. Com as novas gerações digitais e o 5g, a tendência é o mercado ter um potencial ainda maior.

A Globo encomendou uma pesquisa para o Ibope e os números trouxeram dados interessantes de que 57% dos entrevistados passaram a ouvir podcast na pandemia. Os motivos apontados pelo interesse das pessoas é o maior engajamento (66%), seguido pela linguagem informal e simples (64%). Para o Ibope, 40% da população de internet do Brasil, ou 50 milhões de brasileiros, já ouviu podcasts.

Você pode aproveitar este mercado como produtor de podcast, consumidor ou até mesmo empreendedor. Há uma demanda por estúdios de gravação, estratégias de marketing, roteiro e pauta de programas, criação de programas em plataformas de streaming. O mercado procura jornalistas, profissionais de comunicação e marketing, de tecnologia, empresas de engenharia de áudio e vídeo, editores, influenciadores digitais que conheçam o mercado de podcasts.

Como criar um Podcast?

Você ou sua empresa tem interesse em criar um programa de Podcast e não sabe como?

Quer fazer parte da nossa playlist de Podcast pwb.news/podcast - Hub de Conteúdo de Podcast?

Precisa de uma consultoria em comunicação criativa com soluções em Podcast

Faça contato conosco


14 visualizações0 comentário